Sexta, 15 de Dezembro de 2017

Procure


Hiroshima e Nagasaki: a rosa da morte PDF Imprimir
Avaliação do Usuário: / 1
PiorMelhor 

 

     Na meia-noite anterior à bomba em Hiroshima, um locutor da estação de rádio da cidade, noticiava a aproximação de cerca de duzentos B-29 ao sul de Honshu e aconselhava seus 343 mil habitantes, entre civis e militares, a recolher-se em áreas de segurança. Às 2h30 daquela madrugada o aviso foi reitedado.
     Muita gente, no entanto, não deu ouvidos às prevenções tantos eram os alarmes falsos. Às 8h15 do dia 6 de agosto de 1945, a luz da matança brilhou extraordinariamente sobre a cidade.
     – Meu Deus! O que fizemos? – foi o comentário de um dos tripulantes do B-29 Enola gay, depois de despejar sobre Hiroshima o Little Boy com 20 quilotons*, apelido da bomba atômica de urânio 235. A explosão foi a 600 metros de altura, e o rastro, um imenso cogumelo – ou uma rosa – que matou instantaneamente 70 mil pessoas e mais de 140 mil, até 31 de dezembro daquele ano.
     – Porque já anoiteceu? – perguntavam-se apavorados e desesperados os sobreviventes.
     A devastação foi causada pelos escombros inflamados que se chocavam contra os fios elétricos e as casas. Como se não bastasse, precipitou-se em seguida uma chuva pesada com gotas anormalmente grandes (black rain), e a cidade foi mais uma vez devastada por um turbilhão que levou para os ares cinzas, poeira atômica, a mixórdia.
     Conta-se que, na ponte próxima ao Museu de Ciência e Indústria, no centro da explosão, um homem, que fazia menção de chicotear seu cavalo, e sua carroça foram petrificados em alto relevo no chão.
     Só uma semana depois, quem sobreviveu foi vagamente informado de que a cidade fora dizimada por uma genshi bakudan, nome que grosseiramente pode ser traduzido por pequena bomba nova.
     Três dias após, 9 de agosto de 1945, às 11h02, a tragédia repetiu-se no mesmo Japão. O B-29 Bockscar desovou sobre Nagasaki o Fat Man, uma bomba atômica de plutônio 239 com 22 quilotons*. Se bem muito mais devastadora que a Little Boy, a população menor e os acidentes de relevo acabaram por minorar as vítimas, cerca de 39 mil, instantaneamente, e de 74 mil, até o fim daquele ano.
     Em 14 de agosto de 1945, a voz monótona do Imperador Hiroíto, que, pela primeira vez na história, falava a uma estação de rádio, anunciava a rendição do Japão.
   
(*) 1 quiloton equivale a mil toneladas de TNT (dinamite).